quinta-feira, dezembro 21, 2006

Votos de Boas Festas



Antes que deixe de poder vir aqui, quis vir desejar-vos desde já um Natal muito Feliz, que este seja um super, mega, hiper Natal para todas/os vós e que o Pai Natal vos deixe no sapatinho, tudo aquilo que mais desejarem!

Como já devem ter percebido, o meu Natal este ano está dependente do nascimento do Gil, no entanto a consoada será passada em casa dos meus pais e o dia de Natal será passado com os meus sogros e cunhados, isto claro, se não tiver de passar estes dias na maternidade...
Seja como for tenho a certeza que será um Natal inesquecível!
O Patrick é que já se tem divertido muito este ano, pois assim que nos apanha distraídos, aí vai ele atacar os laços das prendas! Não liga à árvore de natal nem aos seus enfeites, mas os laços das prendas são sempre apetecíveis!

Recordo-me dos natais de criança em que tudo era bem diferente, as prendas não era abertas à meia-noite, mas sim na manhã de 25 de Dezembro e era uma euforia, eu e o meu irmão logo que acordávamos íamos direitinhos à árvore de Natal em busca dos presentes deixados pelo Pai Natal. Quando o Gil for maiorzinho, também lhe quero impôr este ritual de abrir as prendas só de manhã, mas é claro que também irá depender um pouco daquilo que o meu irmão fizer com a prima...
Acreditei no Pai Natal até ir para a primária, quando o meu irmão fez questão de desvanecer essa minha ilusão, dizendo que o pai natal era o nosso pai... Mas a verdade é que recordo com saudades esses natais, sempre passados em família, na maioria das vezes com os meus avós e outras tantas com mais alguma família, tendo chegado a ir mais do que uma vez para o Algarve, onde me juntava com as minhas duas primas e o meu primo, onde éramos 5 pestinhas a fazer a vida negra aos nossos pais e acreditem que fazíamos com cada uma, que era de os deixar doidos!

A nossa árvore de Natal era quase sempre feita por mim e pela minha mãe, sendo geralmente apanhada pelo meu avô e pelo meu irmão, pois que naquela altura ainda não havia pinheiros artificiais a vender.
Depois eu ia recolher o musgo e fazia o presépio, que todos os anos tinha personagens novas, compradas em feiras.
Recebíamos brinquedos mas não recebíamos aos milhentos, como as crianças de agora, recebíamos dois ou três, ou na melhor das hipóteses, quatro, muitas vezes insistiam em oferecer-nos roupa, coisa tão detestável para uma criança, né?
O dia de Natal era sempre em festa, com imensas iguarias e muitos doces... e eu sempre fui um "pisco" a comer, mas lembro-me de um Natal eu que só me deu para comer doces, devia ter uns oito ou nove anos, devo ter comido uma caixa inteira só de bombocas (agora ia uma, há séculos que não como uma coisinha destas!), além de rabanadas, sonhos, filhoses e sei lá o que mais... o resultado foi uma valente crise de fígado, que me obrigou a ficar a chá e torradas durante uns quantos dias! :s Quem manda ser tão gulosa????

Bem já contei um pouco de como eram os meus natais e já vos desejei tudo de bom para os dias que se aproximam, resta antecipar também a chegada de 2007 e que este seja um ano em grande, para mim será com toda a certeza diferente!
Assim, às meninas que andam em treinos espero que o próximo ano seja palco dessa concretização, às pré-mamás com embutidos que tudo vos corra bem, às já mamãs, que continuem a ver os vossos filhotes a crescer fortes e saudáveis e aos demais visitantes, que o Novo Ano vos traga todas as realizações desejadas!

Estou à espera que o maridão chegue e que me traga o livrito, pois não me apeteceu sair e pedi-lhe a ele, para mo ir comprar, refilou com o preço (ainda são 36 euros), mas sei que mo traz de bom grado!
Entretanto, apeteceu-me saciar um desejo já de há alguns dias e fiz um excelente arroz de atum, que me soube muitíssimo bem! Terá sido um dos últimos desejos de gravidez?
Se quiserem a receita é só pedirem!

13 comentários:

Carla disse...

Também gostava que o Pedro tivesse o hábito de abrir as prendas na manhã do dia 25. A ver vamos se conseguimos que isso aconteça. Eu e o meu irmão acordávamos de manhã iamos a correr buscar as prendas debaixo da árvore e depois iamos abri-las para cima da cama dos meus pais, onde eles ainda estavam. O que dá ter um irmão mais velho, pelo menos no meu caso, foi que nunca acreditei no Pai Natal. Por outro lado nos primeiros anos de vida deixava sempre um sapatinho em casa dos meus tios, porque o menino Jesus é que trazia as prendas e as deixava no sapatinho. Então no dia 24 ia sempre com um pé descalço para casa LOL, porque tinha de deixar um sapato para o Menino Jesus em casa dos tios. Mal sabia eu que ainda vinha a dar em ateia.

Beijos para ti e para o Gil e um Feliz Natal para toda a tua família.

Patrícia disse...

Um Feliz Natal também para ti e para os teus. Fico a torcer para que corra tudo bem ctg e com o Gil.
Jocas

filipa disse...

Um Feliz Natal, e que o Gil decida finalmente nascer para que esta época seja ainda mais feliz :)

bjs

Anónimo disse...

então só me resta desejar um grande Natal, e m natal em grande, com uma hora bem pequenina, bjs Tuga

sonia disse...

Feliz Natal tb para ti amiga e pode ser que o teu piolhito queira vir conhecer o pai natal e nascer entretanto!

Boas festas com muita saúde e amor!

Beijoquinhas

Sónia, Madalena e Martim

Sonhamos Contigo disse...

Eu e a mh irma tambem tinhamos o habito de abrir as prendas na manha de dia 25, por isso acreditei no Pai Natal ate tarde!!lol
Mas depois, começavamos a contar os minutos para a meia noite e abrirmos as prendas... Tb kero k o Afonso faça o mesmo, mas axo k para nós sera mais "facil" pk cm estaremos por cá( e dificil ir nestas alturas a portugal) o Natal sera passado so a tres... e incentiva-lo a acreditar no Pai Natal e a abrir as prendas no dia 25 sera mais facil-espero-.

Linda, desejo-te um Santo Natal, com a melhor prenda k se posia receber: o teu Gil!!! K tenhas uma hora mt, mt pequenina, e k ao saires deste ano, entres em 2007 com o pé direito e k este te traga td de bom!!!
:D

Jinhos aos tres!!!
Aguardo noticias tuas..
;)

viviana disse...

jokas fofas e faltam 2...

mamã do bébinho disse...

Feliz Natal, Lisa!
Este ano, em vez de prenda no sapatinho, tens uma prenda na barriguita!
Também tenho nostalgia do Natal nos meus tempos de criança. Mas acho que agora vamos poder reviver tudo isso novamente com os nossos filhotes!

Bjs

Sofia e Gonçalo

Maria Pereira disse...

Bom Natal, minha kida, e que o il se aguente mais um bocadinho ai dentro do seu ninho.... Pelo menos que passe o Natal. Mas claro que fico à espera das boas novas a qualquer momento!

Mil beijocas para voces

Maria Pereira + João Dinis (22 meses)

carla m. disse...

Eu desejo te tudo de bom, que o teu malandreco so nasca depois do Natal, porque a verdade é que não acharia grande piada ao facto de eu passar um natal na maternidade.
Um santo e feliz Natal e se por acaso, o garoto vier antes do Natal...que tenhas uns minutos bem pequeninos.
Beijo grande, muito grande

Maria disse...

Feliz Natal minha querida! Gostei de conhecer as tuas recordações de Natal, de certeza que o Gil também terá muitas!

Já que ele não quis aparecer até agora, espero que só venha no dia 26! :D

Beijocas grandes, tudo de bom! :))

rute28 disse...

Amiga Feliz Natal para ti e para toda a tua familia cheia de luz e amor , que tenhas muita saude e já agora umas prendinhas tambem para o ano vai ser melhor ainda já cá tens o teu menino!!!
Lisa ainda espero te conehcer pessoalmente és muito especial para mim (já estou de lagrima)desejo do fundo do meu coração que tudo corra bem no parto que seja rapido e vai ser vais ver!!!
beijinhos graaaaaandes!!!

sifpereira disse...

Olá amiga! Ai que saudades da minha infância! Eu também só abria as prendas de manhã! Aqui na minha região muita gente ainda faz isso! Acredita, acreditei no pai Natal até aos 8n anos! Ainda hoje acredito, à minha maneira ... :o)
Desejo que tenhas um feliz e santo Natal e que o teu Gil nasça no melhor momento possível.
Beijo com ternura
Sandrita