sexta-feira, outubro 31, 2008

Não me dás doces??? Vem cá, vem...


Feliz Halloween!


quarta-feira, outubro 29, 2008

As últimas graças...

Agora, sempre que estamos nalgum sítio vira-se para mim e diz:
- Pra casa, embora...
Será que o rapaz passou a ser mais caseiro???
O mais engraçado é que ontem, já em casa, também me disse isto!

Mal acordou disse:
- Fome, qué papar!

Agora vira-se para o pai diz-lhe:
- Papá L. - (diz o nome dele) mas será que ele pensa que tem mais algum papá? LOL

Outra nova dele é que se vira para nós e diz:
- Chora! - com o dedo indicador quase na nossa cara.
Se começamos a fazer de conta que estamos a chorar começa numa cantilena que termina numas ruidosas gargalhadas... não faço ideia onde foi ele buscar isto, nem sei o que significa a cantilena que ele faz...

Anda numa fase doidinha de todo!

Desafio

Recebemos este desafio, desta mamã, acho que já o fizemos uma vez, mas como não tenho a certeza cá vai:

Há 10 anos atrás: Estava a fazer o estágio como professora de Filosofia, em Torres Vedras (com um ordenado superior ao de hoje, enfim...)

5 Snacks: Cones de milho, amendoins, chocolates, chocolates e chocolates! LOL

5 Canções que sei de cor: Sei algumas dos Depeche Mode, do Michael Bolton, dos Roupa Nova, da Ivete Sangalo e quanto a canções infantis, já lhes perdi a conta... aí eram só 5? :P

5 Coisas que não voltaria a vestir/calçar: Esta questão é muito complicada, pois a moda é ciclica e por muito que digamos que não voltemos a vestir, se as coisas voltam à berra, acabamos por ir na onda... mas há uma coisa que certamente não devo voltar a vestir, porque já não tenho pernas para isso: mini-saias!

5 Brinquedos de que gosto: Máquina fotográfica (anda sempre na minha mala, mas sempre mesmo!), o portátil ou um qualquer computador, legos e puzzles e a internet, claro!

terça-feira, outubro 28, 2008

Que seca!

Vocês acreditam que tenho estado sem electricidade desde as 9h25 da manhã???
Neste momento são 16:45 e a electricidade veio há pouco mais de 15 minutos... Tenho estado aqui a apanhar uma seca descomunal... sem computador, sem internet, sem telefone... oh balhamedeus!
Já inventei trabalho e tudo! Fui almoçar uma hora mais cedo com esperança que a electricidade voltasse antes, mas quando regressei continuava tudo na mesma... Os rapazes já limparam e arrumaram o armazém umas quantas vezes e eu acabei por trazer umas fotos para organizar e o portátil, mas a bateria dura tão pouco que quase nem vale a pena...
E agora resolveu vir, quando falta pouco tão pouco tempo para anoitecer... se tivesse levado mais uma horita não fazia mal nenhum, pois tinha ido mais cedo para casa! Haja paciência!!!! Grrrrrrrrrrrr

segunda-feira, outubro 27, 2008

Fim de Semana bem preenchido!

Este fim de semana foi uma espécie de non-stop! Um verdadeiro sempreabrir!
No sábado o Gil deixou-me dormir até às 9h45, depois de ter ido para a nossa cama, pelas 7h e pouco.
Quando acordou a primeira coisa que me disse foi:
- Mamã, qué papar!
Toca a levantar, dar-lhe papa, enquanto o papá foi tomar banhoca, vesti o Gil e tomei também o pequeno-almoço, depois fui eu à banhoca e saímos todos juntos, para ir ao café. Ainda não tínhamos chegado ao café, o Gil começou logo a dizer:
- Qué ir aos balouços! (entenda-se baloiços, que ficam ali perto e ele já sabe muito bem disso!).
Não queria ir ao café nem por nada, mas lá fomos enquanto ele não se calava com os baloiços. Quando saímos do café fomos com ele ao parque e depois o papá ficou lá com ele, enquanto eu regressei a casa para dar uma arrumação nas coisas, meter roupa a lavar, apanhar outra e estender mais uma.
Quando eles voltaram, dei almoço ao Gil, fui adormece-lo e depois almoçámos nós. Enquanto ele dormia, lavei a loiça e lavei o chão da cozinha. A sesta dele não foi muito grande, pois ele continua constipado e com muita tosse... Quando acordou o pai foi novamente com ele ao parque e eu continuei nas limpezas. Quando regressaram eu e o papá começámos a despachar-nos para poder ir jantar fora e deixar o Gil a dormir em casa dos meus pais.
E assim foi, deixei o Gil na casa da minha mãe, pelas 19h30 e seguimos para um restaurante indiano na Praça de Alvalade.
Comemos divinalmente e bebemos um bom vinho italiano.
Depois fomos até ao Bingo do Sporting, não tinha lá ninguém, de forma que entrámos e saímos!
Fomos então até ao Bingo do Panda, este tinha mais gente. Há 4 anos atrás também lá fomos e saiu-me a jogada dupla da meia-noite, arrecadei quase 200 euritos...
No sábado, na última jogada, pois quando lá vamos dizemos logo, só gastamos tanto, se não sair nada paciência, saiu-me um bingo, mas foi a dividir com mais duas pessoas assim, só recebi 30 euros, tendo dado para o gasto e ainda tendo sobrado um pouco.
Saimos de lá pelas 23h30, como ainda era cedo o L. sugeriu que fossemos até à Expo passear e eu perguntei-lhe então e porque não irmos ao Casino?
E foi por isso Gio, que me viste lá, é pena eu não te ter visto! E se de facto vínhamos a descer as escadas é porque já vínhamos embora... não ficámos lá muito tempo, andámos a dar uma volta e a ver que apesar da crise, estes locais estão cheios de gente, chegámos a ver um indíviduo a dar uma nota de 500 euros (é pouco menos que o meu ordenado!), não sei se lhe rendeu alguma coisa ou não...


Mas o mais engraçado ainda estava para vir, quando chegámos ao carro é que o L. viu que tinha um SMS da irmã, leu a mensagem e no fim dizia "Bingo!", ao que ele estranhou e eu disse-lhe que se calhar o cunhado dele tinha passado por lá e tinha visto o nosso carro. O L. decidiu ligar à irmã para saber o porquê daquela mensagem, pois ela julgava que tínhamos ido o fim de semana para fora, mas acábamos por não ir, pois com o meu avô no hospital, nunca se sabe... e ela disse-lhe que tinha ido ao Bingo do Panda com a filha e que lhe tinha calhado um Bingo, mas que foi a dividir com mais duas pessoas, ou seja, comigo e outra pessoa! Já viram a coincidência?
Não fazíamos ideia que ele lá estavam e ainda tivemos de dividir um Bingo com eles! LOL


Ontem acordámos cedo e ouvimos logo o telemóvel a tocar, pensámos logo que era a minha mãe, que já estava farta de aturar o Gil! E era mesmo!
Disse que a noite tinha sido muito complicada, pois ele desatou num berreiro e só chamava por mim, não queria lá ficar e ela estava a ver que tinha de me ligar para lá ir buscá-lo, mas pronto lá ficou...
Quando lá cheguei ontem de manhã, primeiro parecia que estava zangado... olhou para mim com um ar meio triste, como quem diz "foste-te embora e deixaste-me aqui...", mas depois veio agarrar-se às minhas pernas e pediu logo colo. Já no meu colo só dizia: "Mamã, casa... mamã embora!" E apontava para a porta da rua. Nunca o tinha visto assim e não é a primeira vez que ele dorme na casa da avó... além disso, escusado será dizer, que hoje ficou num pranto quando o deixei na ama! :(
Depois saímos com ele e fomos até ao Parque, optamos por não ir à natação, por causa da constipação, primeiro fomos ao de Queluz-Massamá, ainda lá não tínhamos ido e percebemos logo que aquilo não tinha baloiços, parece que estão em construção, daí que não nos demorámos muito por lá.


video


Fomos depois até à "Ilha Mágica do Lido", achámos aquilo um espanto! Ainda não é exactamente apropriado para a idade do Gil, mas mal viu o grande lago fiocou doido, só dizia "A páia, a páia!" (Praia).





Andou nos baloiços mais indicados à idade dele, correu, saltou, jogou à bola e depressa se esqueceu que o deixámos a dormir uma noite na avó! :P
Depois fomos buscar a minha avó materna a casa, para irmos todos almoçar com os meus pais e o meu irmão. Quando o Gil viu a prima, ficou todo contente, é incrível como as crianças adoram estar umas com as outras...

E hoje o meu nino completa 22 mesinhos!

A minha mãe completa 60 Primaveras e minha sobrinha 3 aninhos! E viva a festa! ;)




P.S. Quanto à carita dele, obrigada pelos vossos votos de melhoras, já está quase bom, daqui a pouco nem sem nota.

sábado, outubro 25, 2008

E já passaram 5 anos...


Ficou sem travões...


Na 5ª feira fui buscá-lo à ama e estava assim... ao que parece não conseguiu travar antes de embater na umbreira da porta e o resultado foi este!
Ontem tirei-lhe esta foto, nota-se mais agora que está a ganhar crosta, mas quando é que este rapaz deixa de ter tanta energia???

sexta-feira, outubro 24, 2008

quinta-feira, outubro 23, 2008

Gracinhas e Castigos

Às vezes gostava de conseguir fazer uma descrição exaustiva das gracinhas do Gil, mas a verdade é que muita coisa, acabo por esquecer...

Há já muito tempo que o Gil conta quando está a subir ou descer escadas, mas ontem tínhamos o meu pai atrás e enquanto eu lhe conto apenas até ao cinco o meu pai quis ir até aos dez.
- Três, quatro... - começa o Gil
- Não filho, começa no um! - Digo eu - Um...
- Um - repete ele.
- Dois, três, quatro, cinco... - continuo.
- Quatro, cinco, seis... - responde ele.
"Seis?" Fico eu a pensar... ele sabe que a seguir vem o "seis?"
- Sete! - Diz o meu pai.
- Oito - responde o Gil.
"Oito?" Ele disse oito? Começo a ficar demasiado surpreendida... e termino:
- Nove, dez - e depois recomeço. Fiquei com a sensação que o miúdo disse os números "ao calhas", mas terá mesmo sido?

A última adoração do Gil é um puzzle de madeira, com bastantes peças. Adora brincar com elas, não as coloca no devido tabuleiro, mas dei-lhe uma caixa de plástico, onde ele as transporta de um lado para o outro, sempre que está em casa. Não a larga até ir para o banho!
Chega a casa e a pergunta da praxe é:
- Mamã, as peças?
- Não sei Gil, tens de procurar!
- Ohhhhhh Não há peças?
- Não sei amor, temos de ir procurar! - digo-lhe eu enquanto o mando para o quarto dele e eu vou buscá-las onde as tenho escondidas, pois antes de dormir temos mesmo de esconde-las, senão ele recusa-se a dormir e quer ficar ali a brincar com elas, uma eternidade.
- Ohhhh o papá fugiu com as peças?
- Pois, se calhar foi, o papá fui com as peças... temos de as procurar!
Quando as vê, delira e grita:
- As peças, as peças do Gil!
O que acho fascinante é que já consegue identificar quase todos os desenhos das peças, ontem estive com ele a ver se ele sabia dizer-me, por exemplo, todos os meios de transporte e não é que ele soube dizer o nome de todos? O avião, o barco, o comboio, o popó e a mota!

Ontem como para nos chamar a atenção, começou a desbobinar um reportório que nos fez soltar uma gargalhada:
- O menino do avô, o menino da avó, o menino da avó 'Telvina, o menino do Henrique, o menino da Paula, o menino da mamã...
- Oh Gil 'tás a passar-te? - E com isto ria-se, que nem um perdido!
Onde vai ele buscar estas coisas?

Ontem quando chegámos à garagem para ir arrumar o carro, olha para a mota do vizinho e diz:
- Ohhhh não há mota! O viziii saiu com a mota!
Eu olho para ele com cara de ponto de interrogação, pois ele tinha a mota à frente:
- Não há mota, Gil? - pergunto-lhe.
- Aquiiiiiiiii!!! - aponta ele todo contente e com cara de gozão.
Olha que isto... este miúdo é mesmo um brincalhão!


Ontem quis testar para ver se ele já entendia os castigos, que tenho de começar a aplicar para lhe corrigir alguns comportamentos... depois de lhe ter pedido para se descalçar, ele atirou as meias e os sapatos para o chão. Pedi-lhe para ele ir arrumar as meias e dar-me os sapatos, para eu arrumar. Fez de conta que não ouviu e as meias e os sapatos ali continuaram, até eu me chatear. Tirei-lhe a caixa com as peças, coloquei-a à vista dele e disse-lhe que só lha dava quando ele arrumasse as meias e me desse os sapatos.
Foi um berreiro termendo, ainda caiu, pois o chão do meu quarto levou cera há pouco tempo e tem estado escorregadio e ele caiu, mas lá foi arrumar as meias e deu-me os sapatos. Afinal os castigos já começam a funcionar. Tenho de os pôr mais vezes em prática!
E vocês também aplicam castigos para lhes corrigir comportamentos? É que me parecem mais indicados do que desatar aos berros (coisa que também faço de vez em quando - há alguma mãe que não faça?) ou dar-lhe uma palmada (coisa que às vezes também acontece, embora deteste faze-lo e nem sequer resulta com este miúdo). Contem-me como fazem!

quarta-feira, outubro 22, 2008

Recebemos dois miminhos!




Há já muito tempo que andávamos fora da blogesfera e não estávamos mais habituados a receber coisinhas destas... e agora fomos brindamos por esta mamã, que nos encheu a cara com um sorriso terno!
As regras deste miminho indicam o seguinte:

“1. O vencedor recebe o prémio e poderá colocá-lo no seu blog;


2. Devemos fazer referência à pessoa que nos endereçou o miminho;


3. Enviar o mesmo prémio para 7 pessoas cujos blogs sejam uma inspiração;


4. Deixar um comentário nos blogs seleccionadas permitindo assim que eles saibam que foram presenteados e quem os presenteou!”.

Mas tal como a mamã que me atribuiu, não me vou restrigir a um número de pessoas, logo que possa faço a sua distribuição nos vossos cantinhos!

O outro miminho foi este aqui:




E como todos os blog's que eu visito são mesmo de ouro, pelas palavras sábias que por lá se escrevem e as quais eu tenho imenso prazer em ler, atribuio-o também a todos quando leio, assim levem-no para os vossos cantinhos!

terça-feira, outubro 21, 2008

Estou triste...

Infelizmente descobrimos dia a dia, que a velhice é uma coisa muito triste, que trás consigo muitas doenças associadas e muitos problemas.

Os meus avós estão a entrar numa fase que faz com que nos mentalizamos um pouquinho todos os dias, que algum dia eles terão de partir. O Gil ainda pode conhecer duas bisavós e um bisavô, ao que eu me lembro de ter conhecido somente dois bisavôs, um partiu quando eu tinha dois anos e meio, do qual tenho uma ideia muito vaga e o outro partiu quando eu já tinha quase uns 8 anos.



Sempre que saio do trabalho vou buscar o Gil à ama e vou ter à casa dos meus pais, e na 2ª feira não foi diferente, mas quando lá cheguei a porta estava fechada... e o Gil só dizia "A avó fechou a porta!" e eu disse-lhe que sim, que a avó tinha a porta fechada que íamos à casa da outra avó, que ela estava lá. Quando lá cheguei, estavam os meus pais e a minha avó e perguntei: "Então o avô?" e responderam-me entre lágrimas, que estava no hospital, outra vez...

Nos últimos meses, tem sido assim, vai e vem. Uns dias melhor, outros dias pior... A verdade é que ele já conta com 85 anos e tem tido algumas doenças graves, nomeadamente doenças prolongadas, vulgo cancro, tanto nos intestinos como na próstata e as coisas tendem a complicar-se com a idade. Neste momento apercebemo-nos que há orgãos vitais que começam a fraquejar e segundo o diagnóstico de ontem, ambos os rins estão a começar a parar, pelo que neste momento ficou com uma ligação directa aos rins para poder urinar (já tem uma ligação directa ao intestino para o "saco", desde que foi operado e agora fica com mais um saco...) e durante uma semana vai ficar por lá, em observação.

Ele tem sido um homem rijo e por várias vezes o temos visto bastante mal e ele acaba sempre por arribar, mas ninguém cá fica e prevejo que mais dia, menos dia, ele parta... Não há como evitá-lo e sei que neste momento ele está a sofrer. Às vezes penso que se fosse há uns anos atrás, ele já teria morrido há uns 10 anos, pois com o avanço da medicina, ele já foi salvo uma dúzia de vezes, mas a eternidade não existe nas vidas humanas e nada fará com que fiquemos por cá. Com o que le tem sofrido também acho que já chega, ele próprio diz que já cá não está a fazer nada, mas apenas para dar trabalho...
O que sabemos é que há nele sentimentos que ainda o agarram à vida, por exemplo ele tem imensa pena de deixar a minha avó sozinha, porque sabe que ela tem um feitio terrível e nós muitas vezes não temos paciência para a aturar e ele, apesar da doença, tinha essa paciência e já conta com 62 anos de casamento, o que é muito tempo... outra coisa é a adoração que ele tem pelo Gil, porque apesar de o Gil ser uma criança dificil, porque tem muita actividade e é muito resmungão e rabujento, é também uma criança de quem se é fácil gostar, pois é dócil, é atrevido e gozão, o que faz com que muitas vezes nos arranque imensas gargalhadas!
Ainda que tenha a outra bisneta, o Gil passa ali muito mais tempo o que faz com que a convivência seja mais próxima e que haja uma relação maior. Além disso, eu acho que por ser rapaz, o meu avô vê insconscientemente nele, um percursor dos seus passos, daí que ele sinta por ele, um elo de ligação enorme e quase inexplicável.

Desculpem lá este post tão "dread" mas precisava de colocar estas coisas cá para fora...

segunda-feira, outubro 20, 2008

Resultado da Consulta

Saí do trabalho pelas 15 horas, fui buscar o Gil à ama, que estava quase desesperada, porque a menina que lá está agora, passa o tempo todo aos gritos, sendo que não dorme nem deixa os outros dormir, pois estavam todos acordados. O Gil, claro está, delirou por me ver ali tão cedo!
A ama coitada, estava a ver se entretia os outros dois, deixando a menina no berço, aguardando pacientemente que ela sossegasse e finalmente adormecesse... ao que ela conta tem sido sempre assim, o que efectivamente se nota, pois o Gil vem sempre com mais sono do que era habitual.
E aproveitando com isto, para responder assim, ao comentário da Kya, o Gil está na ama, mas por intermédio do infantário e até agora, apesar dele ficar todos os dias a chorar quando lá o deixo, não tenho razões de queixa.
A ama tem imenso espaço, não se limita a um simples apartamento, pois tem a uma casa térrea com um grande quintal, com excelentes condições para os miúdos andarem à vontade e sem problemas, já que os únicos carros que lá acedem são dos moradores ou os nossos, quando lá vamos buscar as crianças, já que não é um local de passagem.
Quanto à alimentação, acho que não podia ser melhor, pois provém quase tudo de agricultura biológica, cultivada pela própria ama, o que faz com que os miúdos tenham contacto directo com a terra e com os animais de criação, galinhas, patos e coelhos. Sou eu que lhe levo as coisas para o pequeno almoço e o lanche, mas é ela que fornece o almoço, que tem sempre sopa e um prato principal, ela tem um placard onde expõe a alimentação semanal e todos os dias podemos consultá-lo. Portanto, resumindo, o Gil está numa ama, mas as regras são semelhantes às do infantário.
O Gil ainda tem a vaga assegurada na ama no próximo ano lectivo, mas poderá acontecer como aconteceu este ano à outra menina, poderão passá-lo para o infantário. Por mim, é quase indiferente, sei que ele está bem onde está, mas se o passarem para uma sala no infantário também não me importo nada, acho que até vou gostar!

Agora, voltando à consulta: quando lá chegámos estivemos à espera de fazer a inscrição, tendo pago logo 40€, para estarmos no consultório não mais do que 4 ou 5 minutos. A médica já tinha uma certa idade, olhou para a cabecita do Gil, que não queria estar ao colo nem por nada, queria era ir investigar os cantinhos todos do consultório, disse para não nos preocuparmos que o cabelo dele já estava a crescer e que o que ele tinha era "eczima seborreica" (acho que é assim que se escreve), que ao fim ao cabo, era a continuação da crosta láctea, pelo que receitou um creme específico de crosta láctea (comprei o da Mustela que era o único disponível na farmácia), para aplicarmos 1 vez por semana, cerca de meia hora antes do banho e um shampoo também para remover a crosta láctea, para aplicar 2 vezes por semana e nos restantes dias continuar com o que habitualmente usamos (comprei o da Aderma com doseador em espuma e usamos a mousse em espuma para cabelo e corpo da Avéne, sendo que estes dois produtos são muito semelhantes, apesar de serem marcas diferentes, mas são do mesmo laboratório).
Optámos por comprar estes dois produtos destas marcas, porque a médica não mencionou quaisquer marca e segui um pouco as indicações da farmaceutica, que já me conhece bem. Quanto a resultados, por enquanto é muito cedo, apesar de me parecer que ele já não tem o couro cabeludo tão seco.

O nosso fim de semana, passou num instante e sem grande piada! :S
No sábado fui deixar o Gil com a avó paterna, porque passa pouco tempo com ele e a mim dava-me jeito para conseguir orientar algumas arrumações em casa. O L. trabalhou até às 14h, enquanto eu arrumei as gavetas do meu quarto, apenas as destinadas à minha roupa e também o meu lado do roupeiro. Algumas coisas foram colocadas num saco para dar, outras foram para lavar por causa do cheiro a humidade (maldita casa!), com o objectivo de serem também dadas posteriormente e outras simplesmente porque precisavam de ser lavadas.
Coloquei a roupa de Verão do Gil toda numa caixa e deixei no roupeiro apenas a de meia estação e a que ele irá usar no Inverno. Separei toda aquela roupa que já não lhe serve, alguma foi para a ama, pois ainda dá para ele andar por lá e outra foi para outra caixa, para mandar para o D. E assim, o roupeiro do Gil também ficou arrumadinho.
Depois disso almocei com o L., fomos até ao café e voltei para as arrumações, mudei a nossa cama, limpei o pó ao quarto, lavei o chão e lavei também o chão do nosso w.c. Tratei da "casa de banho do gato" e arrumei a cozinha, para voltar a desarrumá-la ao jantar!
O Luís limpou o pó da sala e aspirou-a, depois foi buscar o Gil, enquanto eu aproveitei para fazer depilação, quando eles regressaram jantámos, fomos ao café e toca a dar banho ao Gil e dormir... E digam lá, não foi um sábado idiota e cansativo???

No domingo acordámos cedo, dei o pequeno almoço ao Gil, apanhei e estendi alguma roupa, orientei as coisas e fomos à natação com o Gil. Tadinho dele, fartou-se de beber água! LOL
Já avançámos uma etapa em relação ao ano anterior, pelo que ontem fomos para outro lado da piscina que tem uma placa elavatória, onde eu em pé, estou quase toda fora da piscina, mas o Gil, é pequenito, acho inclusive que é o mais pequeno da aula dele e apesar de ter pé e conseguir andar de cabeça de fora, tinha de se manter quase em bicos de pé e com o pescoço todo esticado e o resultado foi ter bebido uns bons litros de água, já que eu também quis que ele se habituasse a andar ali sem o meu apoio e diga-se de passagem que ele até foi corajoso, pois quando o deixei sem o meu amparo, desenrascou-se muito bem!
Depois da aula, fomos almoçar aos meus sogros, após o almoço ele dormiu uma soneca e depois fomos passear até ao Olivais Shopping que continua as obras de Santa Engrácia...
Pelas 19h passámos em casa dos meus pais e jantámos por lá, juntamente com eles, com o meu irmão e a minha cunhada, mais a minha sobrinha e um casal amigo dos meus pais. O Gil e a prima ficam doidos quando estão juntos.
Ontem andavam lá os dois aos beijos na boca... quanto mais prima, mais se lhe arrima!
O mais engraçado é que ele não dá beijinhos a ninguém e ontem pos-se a pedir à prima:
- Dá-me um beijinheee...

Quanto à constipação, parece que ainda está para durar, tenho atacado com o Bissolvon e o Actifed, vamos a ver quando dá tréguas!

sexta-feira, outubro 17, 2008

O milagroso Vick Vaporub

Havia duas ou três noites que o Gil dormia na caminha dele sem me chatear para ir para a nossa e como ele tem andado um pouco constipado tenho usado o velhinho Vick, se no ano passado ele não dizia nada quando lho metia, já este ano não é bem assim, apesar de eu lhe dizer que é para o "dói-dói" do Gil, ele já não lhe acha tanta piada e chega a dizer que não quer mais... mas eu insisto em colocar-lho, para lhe aliviar os efeitos da constipação, em especial a tosse que tem vindo a piorar... e esta noite ela foi tanta que o acordou, tendo começado logo a chamar por mim e tendo acabado por vir para a nossa cama.

Quando era miúda, detestava que a minha mãe me colocasse o Vick e pensava cá para mim que se um dia tivesse filhos não iria por-lhes tal coisa e não os iria obrigar a inalar aquele cheiro, que ainda hoje detesto, mas a verdade é que o "peixe morre pela boca" e acho que isto funciona mesmo, não o dispensando agora nas constipações do Gil.
Apesar de nesta noite não ter surtido grande efeito... pois, pelas 4h da matina, o Gil lá foi para a nossa cama e como a tosse não queria passar, acabei por me levantar, dei-lhe uma colher de Bisolvon, pois o Actifed já acabou e uma colherzinha de mel, tudo isto surtiu algum efeito já que ele só voltou a tossir sobre a manhã...
Mas seja como for, já não passo sem o Vick quando ele está constipadito!

quinta-feira, outubro 16, 2008

O que fazer quando não temos rato?

Oh que paciência... tinha escrito um post enorme e foi tudo para as urtigas! :(

Estou sem rato e não consigo trabalhar convenientemente... estas modernices de ratos sem fios, que comem mais pilhas, que um verdadeiro rato come queijo, só servem para chatear e estarmos sempre a pensar em assassiná-lo ou simplesmente a deitá-lo pela janela fora!

Acho que vou trazer o rato do meu antigo PC de casa, para não ter de me chatear mais com isto!

Amanhã não devo passar por aqui, tenho uma consulta com o Gil na dermatologista, pois mais ou menos em Agosto surgiram-lhe umas coisas na cabecita que ainda não passaram completamente. A primeira vez que vi aquilo, inocentemente pensei que fosse sujidade, até lhe disse "Oh Gil, tu tens sopa na cabeça!", quando lhe dei banho, lavei-lhe a cabecinha com mais atenção, mas no dia seguinte, voltei a ver aquilo e apercebi-me que afinal aquilo não era sujo!

Por esses dias ele foi para a minha sogra, porque a ama estava de férias e eu pedi-lhe para ela o levar ao Posto Médico, para mostrar aquilo a uma médica. A médica disse para não nos preocuparmos, que era normal nas crianças (apesar de não ser bem crosta láctea!) e indicou para que lhe passasse vaselina, em seguida passar com um pente fininho - o que originou a queda de todo o cabelo que ali parecia ficar empastado - e depois lavar a cabecita com sabão de glicerina. Assim fiz e ao fim de dois ou três dias, aquilo parecia ter desaparecido. O pior foi que algumas semanas depois voltou noutro sítio. Dei-lhe o mesmo tratamento e com isto o Gil ficou com duas peladas...

Pensei que ao fim de algum tempo o cabelo ali voltasse a nascer, mas neste momento o que me parece é que o coro cabeludo continua super seco e eu não acho jeito nenhum andar sempre a meter-lhe vaselina, deixando-lhe o cabelinho oleoso e quando me parece que até o próprio shampoo pode não favorecer a regularização da situação, apesar de já estar a usar um shampoo da Avénne próprio para peles sensíveis. Desta forma decidi marcar uma consulta dermatológica e ver o que a médica me diz, já estou a contar com uma pequena fortuna para esta consulta, pois a consulta não é barata e depois as coisas que eles prescrevem nunca têm comparticipação, mas que se lixe, não quero é ver o Gil com aquelas duas peladas, que não há meio de sairem dali! :(


Assim, sendo bom fim de semana para todos, aproveitam-no bem e divirtam-se! ;)

quarta-feira, outubro 15, 2008

Mãe sofre...

Desde que viémos de férias que é um desatino deixar o Gil na ama, não há dia nenhum que não fique a chorar... e eu saio de lá triste, sem ter como contornar isto... bem, na verdade isto foi quase sempre assim, mas nos últimos dias tem sido pior!
Hoje não foi excepção, deixei-o nos braços da ama enquanto ele chorava e se debatia para que eu não me viesse embora, dei-lhe um beijo e disse-lhe que mais logo voltava para vir buscá-lo, quase a entrar no carro, ainda podia ouvir os gritos dele.
Sei que depois lhe passa e quando o vou buscar está bem, fica contentíssimo quando me vê e muitas vezes nem quer vir logo embora, mas por muito que não queira, fico sempre triste quando saio de lá, pela manhã.
Sei que esta é uma nova fase para ele, na ama, apesar de ser a mesma ama desde sempre, neste ano lectivo as coisas alteraram-se imprevisivelmente. No ano anterior ele estava com um menino de 3 anos, uma menina 4 meses mais velha e outro menino, o neto da ama, 7 meses mais novo que ele.
Já sabíamos de antemão que o mais velhito ia sair, pois as amas só são atribuidas até aos 3 anos, portanto, supostamente ele iria passar para uma sala no colégio, se houvesse vaga, coisa que sabemos que não houve, porque neste país colocar uma criança num infantário com 3 anos é uma dor de cabeça, mesmo estando lá até essa idade, tal como também aconteceu com a minha sobrinha, mas passando à frente que isso é para outro post, iria ficar ele, a menina e o neto da ama, a quem se juntaria um novo bebé.
Mas as mudanças foram além do previsto e a menina passou para uma sala no infantário e à ama foram-lhe atribuidas mais duas crianças, uma menina de 7 meses e um menino de 9 meses.
O resultado disto é que o Gil se sentiu um pouco abandonado... embora a menina houvesse muitas vezes que não ia, porque estava muitas vezes doente, ele sente muito a falta dela, pois era com ela que mais brincava, talvez por ser mais velha, não sei bem... o outro que era mais velhito, penso que ele não lhe sente tanto a falta, também porque não o vê desde Julho, mas a menina só foi para o colégio há meia dúzia de dias.
O neto da ama, apesar de mais novo também é um pestinha, adora fazer disparates e meter-se com o Gil, que não o suporta, vá-se lá saber porquê... no entanto, nos últimos dias, ele não tem outro remédio senão brincar com ele, pois assumiu assim de repente, o estatuto de mais velho.
Quando às novas crianças da ama ainda só conheci o D. que é um menino de quase 10 meses, super calminho, coisa que o Gil nunca foi! Ainda não tive oportunidade de ver a menina, mas pelo que a ama conta, ela já é "um osso dor de roer" pois passa o tempo todo a gritar e com tudo isto, acredito que a vontade do Gil em ir para lá todos os dias, já não seja a mesma, mas a verdade é que não há outra alternativa e eu tenho esperanças que esta choradeira dos últimos dias, não passe de uma fase idiota...

Sei que estas alterações o têm atingido, mas o meu coração tem sofrido todos os dias e ainda me sinto pior, porque sei que não há nada que possa fazer... consola-me, tão somente, o facto de saber que pouco depois das 18h encontro um menino sorridente e bem disposto, à minha espera!

terça-feira, outubro 14, 2008

Pequenas conversas...

- Dá um abracinho ou um beijinho à mamã - peço-lhe eu.
- Não!
- Dá lá...
- Não!
- Porquê?
- És feia!
- Ai a mãe é feia?
- Não...
- Então?
- É linda...
Da primeira vez que me deu esta resposta até fiquei a "bater mal", onde raio foi ele buscar isto?

- Onde está chucha, Gil?
- Não sei, procura!
- Procura??? - mas onde é que este miúdo vai buscar estas respostas?
- Gil, onde está a chucha?
- A chucha? O gato comeu a chucha! - é o que lhe digo quando não lha quero dar e ele agora diz-me isso quando não a quer procurar! :P

- Para que serve a pilinha do Gil?
- É prás meninas!
Estão a ver o reguila que aqui vou ter? Ok, confesso que fui que lhe ensinei, mas não esperava que ele aprendesse tão depressa... mea culpa! LOL

Se chega à garagem e vê a mota do vizinho, fica ali a saltitar à volta dela e pergunto-lho: "De quem é a mota?"
- É do viziii...
- Sim é do vizinho.
Hoje a mota não estava lá de manhã e ficou logo desanimado:
- Ohhhhhh A mota?
- O vizinho saiu na mota, Gil, mais logo volta.
- O viziii saiu com a mota?
- Sim, o vizinho saiu com a mota...
Depois foi a dizer isto sucessivamente até chegarmos à ama...

No sábado o pai perguntou-lhe se ele queria ir à piscina no domingo, na esperança que ele lhe respondesse que não...
- Gil, queres ir à piscina amanhã?
- Amanhã à piscin? - desata a correr para mim e diz-me alegremente - Mãe, amanhã Gil à piscin!
- Ai vais amanhã à piscina?
- Sim!
- E vais com quem?
- Com o papá!

O meu filhote é muito picuinhas com as coisas dele, inclusive detesta que mexam nas coisas dele, principalmente outras crianças - espero que mude - e acho que também vai ter a mania das arrumações, porque quando tira os sapatos e tira as meias, enfia logo lá as meias e vai arrumar os sapatos na gaveta, onde estão os outros sapatos dele e depois também é assim com outras coisas, por exemplo, está sempre a dizer-me que a chucha tem um cabelo, o que na maior parte das vezes não é verdade, tal como ontem:
- Mamã - diz, mostrando-me a chucha - tem cabelo!
Eu olho para a chucha e não vejo nada, antes de eu lhe responder que a chucha não tem qualquer cabelo, vira-se para mim antecipando e pergunta-me:
- Não tem?
- Não filho, não tem!
Eu e o L. olhamos um para o outro e desatamos a rir! Como é que este pirralho que ainda não tem dois anos já faz estas conversas?

segunda-feira, outubro 13, 2008

Aí a Mota...

Já vos disse que o meu Gil é completamente doido por motas?
Foi uma das primeiras palavras que disse e não pode ver uma mota que entra em prefeito delírio!
O nosso vizinho de cima tem uma mota, que nos últimos dias a teve na parte comum da garagem para bom grado do Gil, que saía sempre de casa sem birras, depois de lhe dizermos "anda, vamos ver a mota!". Hoje de manhã ele não estava lá... acho que vou ter de deixar esse pretexto, porque sei que a mota só iria estar ali até ele vender a anterior...
Não faço ideia de onde ele tirou este gosto obcessivo pelas motas, mas acho que o foi buscar ao meu irmão, que tem uma mota de estimação há mais de uma década, quase não anda nela, mas vende-la está completamente fora de questão...
Assim, desde há uns meses para cá que estávamos decididos a comprar uma mota eléctrica ao miúdo. Há uns meses houve uma promoção no Continente, a mota custava cerca de 50 euros, mas 50% revertiam no cartão, fui ve-la, decidida a traze-la, mas quando estive perto dela, achei que era tão pequena, que não valia o investimento só por meia dúzia de meses. Assim, adiámos esse investimento.

Depois das férias vimos o catálogo da Toys'r'us e lá estava uma mota que ia ao encontro das expectativas que tínhamos, fomos lá ve-la e comprámo-la! Será uma oferta para o Natal (geralmente começamos as compras antes da confusão de Dezembro mas nunca tinha começado tão cedo! LOL). Depois disto a mota andou dentro do carro uns quantos dias, até eu me chatear e levar a mota para casa para a montar, já que o L. ainda não se tinha dado a esse trabalho e o tempo também não se multiplica, para infelicidade nossa...
Montei a mota e escondia-a atrás do sofá da sala, com a intenção de levá-la para a arrecadação no fim de semana. Acontece que, no fim de semana não andei muito bem (e ainda não estou na minha melhor forma) andei mal disposta, com cólicas, com o estomago pesado e não sei se foi algo que comi ou se é uma virosa estúpida que para aí anda, porque os meus pais e avós também tem andado assim... O Gil apercebeu-se da mota no sábado à tarde e foi a loucura!!!!
Saltava para cima da mota e já andava nela como se dominasse aquilo na perfeição, até que o L. se chateou e resolveu ir por a mota na arrecadação, porque o Gil só queria acelerar e bater com a mota nas paredes, foi um berreiro que não estão bem a ver.
"Papá fugiu com a mota!"; "Papá é mau...";"Quéu a mota!" Estão a imaginar o filme?

Quando é que este miúdo começa a ficar mais calmito e deixa de querer aremessar tudo o que lhe aparece à frente? :P

sexta-feira, outubro 10, 2008

Algumas noticias nossas...

Cá voltamos, para dar umas pequenas notícias...

Eu continuo com bastante trabalho, sempre a saltitar de um lado para o outro, apesar de já estar agregada a esta nova empresa, continuo a passar bastante tempo na outra, até porque a contabilidade é feita lá.
Apesar de me sentir bem neste trabalho, até porque aqui estou sozinha e posso gerir as coisas mais ao meu jeito, é um trabalho um pouco stressante no sentido em que tenho demasiado conhecimento dos movimentos bancários e estou sempre preocupada com os pagamentos a fazer (incluindo do meu ordenado) e aqui tem-se sentido bastante a crise, porque trabalho não falta, mas... e pagamentos? No outro lado passava a grande maioria do tempo a ligar para os clientes a fazer cobranças (coisa que detesto, mas se não o fizesse também não tinha ordenado) e aqui vejo que os gastos são bem maiores dos que os recebimentos e sinto que ando sempre com "o coração nas mãos" por causa dos ordenados e afins... mas enfim, as condições não são más de todo e é a isso que olho, continuo perto de casa e no instante deixo o Gil na ama ou vou buscá-lo e isso dá-nos qualidade de vida.

O Gil anda numa fase doida! Fala pelos cotovelos, nunca está calado, diz coisas do arco da velha, faz verdadeiras conversas, notamos que apanha tudo o que dizemos.
Nos dias em que estivemos no Algarve dei conta que, depois dele ter espirrado disse "porra!", ainda pensei que tivesse ouvido mal... quando voltou a acontecer, achei que era coincidência demais... pedi-lhe para repetir o que disse e ele voltou a dizer, na perfeição, "porra!".
Resumindo, o L. quando dá muitos espirros seguidos tem tendência para dizer "porra!" e ele simplesmente associou isso, agora já lhe dizemos "santinho!" que sempre é mais bonito que "porra!" :P
Mas já deu para perceber que não nos podemos descuidar com nada, porque ele apanha tudo!
Um dia deste o L. estava na casa de banho e ele entrou lá, então o pai disse-lhe que estava a fazer a barba, à noite quando viu o meu pai a ir para a casa de banho, virou-se para mim e para a minha mãe e disse: "O avô Abílio foi fazer a barba!".
Tirando as conversas todas que faz, continua a ser um pestinha, super mexido, então quando está cansado e com sono, em vez de acalmar, fica eléctrico! Corre de um lado para o outro, bate nas coisas, dá cabeçadas no chão e nos móveis, pega nos carrinhos que tem e bate com eles nas paredes e afins, enfim... quando ele entra neste estado já sei que é hora de ir deitá-lo...

Agora ao fim do dia nunca quer comer nada para lhe aconchegar o estomago durante a noite... não o consigo fazer engolir nada... já tentei várias marcas de leite, já tentei yogurts, já tentei papas e nada... Alguém tem alguma sugestão????
Está bem que ele janta, mas geralmente deito-o cerca de duas horas depois e era bom que ele comesse qualquer coisa antes de dormir uma noite inteira... já não sei o que lhe hei-de dar. Alguém me pode dar uma ajuda neste sentido???

À parte disto, continua a preferir dormir na nossa cama do que na cama dele, se acorda durante a noite, é certinho que começa a chamar por mim e não há forma de o fazer ficar na cama dele, chora que nem um desalmado e só acalma mesmo na nossa cama. Há dias em que para conseguirmos descansar limitamo-nos a pegar nele e a levá-lo para a nossa cama, assim temos a certeza que dormiremos o resto da noite sem berreiros...

Afinal aqueles xixis na sanita, foram "sol de pouca dura", há dias que não faz lá nada, apesar da minha insistência! :(

Não me lembro de mais novidades por agora, parece-me que aqui vou ter um pouco mais de tempo e vou tentar voltar à lide dos blogs, mas como ainda ando na fase inicial de organização não prometo nada!

Bom fim de semana para todos!