segunda-feira, janeiro 29, 2007

Um mesito!

Mas já??? Pois já… O tempo não passa a correr, ele foge-nos por entre os dedos como simples grãos de areia…
E esta viagem começou há mais de um ano atrás, quando a mamã e o papá decidiram que era altura de arranjar uma coisinha fofa para nos preencher a vida e nos alegrar os dias.
E já te conhecemos há 1 mês e desde o primeiro dia que te amamos com todas as nossas forças, mesmo quando nos esgotas a paciência com choros e lágrimas.
As coisas que tu já nos deste a conhecer são muito mais do que alguma vez eu poderei traduzir em palavras. Os teus sorrisos ainda meio atabalhuados, porque muitas vezes não sei se sorris a sério quando falo contigo ou se sorris involuntariamente, mas eu acredito que me ouves e que daí sorris. Já começas a queres palrar e no meio de uns “ahs”, de uns “uhuhs”e de uns “gugus”, fazes as nossas maravilhas! E eu que pensava que os bebés só começam a palrar lá para os três meses… Desde as duas semanas que nos mostraste algo que eu não fazia ideia que um bebé de tão pouco tempo poderia fazer… deito-te de barriga para baixo, coisa que tu adoras, e levantas a cabecinha! A tua prima só começou a segurar a cabeça lá para os 4 ou 5 meses, bem sabemos que ela era prematura de 36 semanas, mas não será tu demasiado precoce?
Segues a nossa sombra para onde quer que a gente vá, reconheces a minha voz desde o primeiro dia, já reconheces muito bem a voz do papá, pois quando ele chega viras-te logo para ele… sim já viras a cabecinha e já tens “querer” como o papá diz! Pois quando não queres estar voltado para um lado não há nada que te faça estar assim.


Desde que nasceste, a mamã ficou mais sensível a tanta mais coisas… bem sabes que a área da mamã é a filosofia, sempre gostei e sempre me questionei sobre os mistérios da vida, mas desde que te gerei que me pergunto como foi possível caberes dentro de mim? Como foi possível ter feito uma coisinha tão perfeitinha e tão bonita? Como é que este amor por ti nasceu e desde logo activou o instinto protector? Como é de facto possível que a um choro teu, o meu peito responda e sinta uma dor da subida do leite?
A vida é de facto um mistério e fico com a sensação que por muitos anos que tivesse andado a estudar filosofia, nunca saberia o seu verdadeiro sentido, se nunca te tivesse tido, é como se tivesse completado um ciclo de procuras… como é que alguém consegue conceber a filosofia se não conceber a vida?
Bem sei que estou para aqui a divagar e que as nossas visitinhas já devem estar a pensar que sou doidinha de todo ou então que as poucas horas de sono que tenho tido neste último mês se reflectiram nos meus neurónios, às tantas até é verdade, mas olho para o meu corpo e olho para ti e não consigo de deixar de pensar nisto tudo…


Adoras música e em especial o mobile, adoras que conversem contigo, gostas imenso das cores da televisão. Tens uma mania estranha de fazer repuxos em 70% das vezes que te mudo a fralda… o mais engraçado é que podes estar a resmungar com fome e a chorar, mas quando te calas nesse choro, já sei que é um aviso sério para um novo repuxo!
Dormes mais do que devias durante o dia e menos durante a noite… que hei-de eu fazer senão aguentar noites acordada só para te ver feliz?
E um mês de ti é ainda muito pouco…

4 comentários:

sonia disse...

Lindo!

Parabéns pelo mesinho do teu filhote, passa num instante!!

Beijocas

Raquel disse...

Parabens!!

Beijinhos**

Cláudia disse...

Como o tempo corre...
O Gil não tarda a fazer o bigode...lol
js grandes

Gioconda disse...

E dizes tu que não lês os meus posts porque eu faço posts muito grandes.... ehehehehe
Parabens ao Gil pelo mesinho.... eu ando uma madrinha muito desnaturada.... peço desculpa mas isto aqui de repente parece que endoideceu tudo.... não tenho por onde me virar, mas daqui a um tempinho vai acalmar com certeza e eu vou ter mais tempo para dedicar ao meu afilhadinho....