quinta-feira, novembro 20, 2008

Era dificil... reconheço...

Bem sei que não era fácil... mas cá vai:


Rabia = Barriga! :P


Das primeiras vezes que o disse não percebi bem, mas depois no meio da sua mimica acabei por compreender! Está sempre a dizer "Quéo beijinhos na rabia!" E nós desfazemo-nos em gargalhadas!


Resumindo, o Gil continua um traquinas, um fala-barato, cada vez mais desobediente, tanto faz que lhe digamos para não mexer como para ir mesmo mexer, nada o detém e nós chegamos ao final da semana a implorar por um pouco de descanso!


E hoje ainda é 4ª feira e eu já espero ansiosamente pelo fim de semana, já sei que vai ser preenchido, aliás como sempre, não há um fim de semana que não tenhamos "n" coisas combinadas... mas às vezes é melhor assim para espairecermos!

O L. tem conseguido sair um pouco mais cedo do trabalho, do que nos últimos meses, assim, logo que saio do trabalho, vou buscar o Gil, depois passo por casa dos meus pais, o Gil acaba sempre por jantar lá, depois seguimos para casa, eu faço o jantar, comemos e é hora de ir dar banho ao Gil e colocá-lo a dormir e nessa altura já a mim também não me apetece fazer nada, além de me deitar e dormir...

Esta última semana tem sido de facto cansativa e acho que nem é por nada em especial, mas sinto-me cansada. Os meus pais continuam com os meus avós a cargo, o que lhes afecta bem a vida, pois neste momento não podem sair para lado nenhum... Todos os dias de manhã vão tratar do meu avô, dar-lhe banho, vesti-lo, mudar a cama (que acaba por ter de ser mudada todos os dias porque a urina sai sempre pelos tubos, antes de ir para o saco) e à noite vão novamente dar-lhe banho e deitá-lo. A minha avó tem andado com uma constipação que nem se endireita, além disso tem reumático crónico, o que faz com que tenha a coluna e os joelhos em péssimo estado e com tudo isto, eu acabo também por sair de lá sempre mais cedo para não os subcarregar, pois o Gil como não tem nada de sossegado, também não lhes dá descanso.

Continuo a ver se arranjo outro emprego, mas não saio daqui sem outra coisa garantida.

A boa notícia destes últimos dias é que já tenho a minha máquina de volta! Afinal o arranjo levou apenas duas semanas e ao que parece a máquina vem a fotografar como dantes (ou talvez melhor porque andei a ler imensas coisas sobre fotografia e máquinas, e aprendi alguns truques que até agora não tinha usado). No entanto, apesar de achar que até tenho uma boa máquina dentro daquela gama, é claro (compacta, ultra leve e zoom razoável), fiquei a pensar nalguns modelos brigdes que vi... mas como o dinheiro não cresce nas árvores e o euromilhões insiste em não acertar nos meus números, é melhor deixar de pensar nisso, porque o pai natal é generoso, mas não é esbanjador!


Diálogo do momento:

- Mamã... em cima o tiui... - diz-me ele.

- Está bem Gil a mamã canta... Lá em cima está o tiroliroliro, lá em baixo está o tiroliroló, juntaram-se os dois à esquina a tocar a concertina, a dançar o solidó!

- Pópópó! - termina ele, em grande!


Ontem chegou à garagem viu a mota do vizinho e disse em pleno espanto:

- A mota é linda!

Mas onde será que este miúdo foi buscar esta adoração por motas????

7 comentários:

Sandra e Afonso disse...

Não é fantástica esta fase Lisa?
Eu ando encantada... queixo-me das birras, dos gritos, dos estalos, mas no fundo eu estou a adorar!

Olha Lisa, o que relatas dos teus avós, é exactamente o mesmo cenário que se depara com a minha avó. A minha mãe lava-a e muda a cama de manhã e ao final da tarde a minha tia volta a lavá-la e a mudar a cama.
Vidas dificeis...e ver e pouco ou nada poder fazer para melhorar ainda custa mais, não é?

Adorei a cantoria do Gil!
:)

Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

Sandra e Afonso disse...

Voltei... eu nunca na vida chegaria a "barriga"... Lol
Ele conseguiu o mais dificil que foi arranjar essa palavra... :)))
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

Sandra e Dinis disse...

De facto era díficil...barriga!!

Nunca cantei essa ao Dinis!!

Aqui é mais aviões!!

Sei o que é cuidar de pessoas doentes, a minha mãe tb cuidou dos meus avós e nós ajudavamos...

Bjs e hoje é 5º feira ehehe.

joana disse...

Também tens uma no meu blog que seria difícil de adivinhar!

Bjs

Ana Santos disse...

Era difícil adivinhar.
É um trabalho pesado cuidar de pessoas acamadas.
A minha mãe já cuidou de uma vizinha acamada e da minha avó quando lhe deu tromboses, passou a viver com a gente.
Quase todas as crianças adoram motas.
Os meus dois adoram. O Júlio é as motas e tractores, quando vê um faz cá uma festa! O Marco como já está maior já não faz tanta festa às motas, agora é as ambulâncias e carros de bombeiros.
Beijinhos
ana e seus tesourinhos

Gaivota disse...

O meu filho diz Baí quando quer dizer barriga.

Bom fim de semana e as melhoras dos teus avós.

Bjs

Sofia, Pedro e Joana disse...

Olá querida mamã, eu acho que não chegaria lá, Rabia = Barriga!
Beijinhos, Sofia,Pedro e Joana