quinta-feira, janeiro 29, 2009

Voltou a procura...

Se este ano não começou bem, sabia que por aí ainda viria algo mais. Já sinto a instabilidade há algum tempo e conversa com o patrão ontem travou-se nestes moldes:
- Sabe que as coisas não estão fáceis e que o seu posto de trabalho não tem assim tanto trabalho...
- Sim sei...
- Pois... então dou-lhe a escolher, ou aceita passar para part-time ou o seu contrato não será renovado.

É claro que já sabia que isto era algo iminente, e as vantagens de aceitar o contrato a part-time é continuar com um posto de trabalho, sem ir novamente engrossar as filas do centro de emprego.
As desvantagens é ficar a receber bem menos do que metade do que recebo agora, e que já nem é muito, mas enfim, ficando assim já a partir do mês que vem.
Mais uma desvantagem é não receber durante os meses de Fevereiro e Março, a totalidade do ordenado se deixar o contrato findar, não receber a caducidade do contrato, não ter direito a pedir o subsídio social de desemprego (pois porque não tenho direito ao subsídio de desemprego, só mesmo ao social, que ainda assim deverá ser mais elevado do que o ordenado em part-time). Além disto nem sei como ficaria as outras regalias de subsidios de férias e natal, porque o mais provável era rescindir o contrato por mútuo acordo... Então qual era mesmo a vantagem de ir para part-time?
A vantagem era o patrão continuar com o trabalho que tem de ser feito, ainda que pouco, a ser feito e eu a ficar com cerca de 300 euros ao final do mês... pois num part-time nem sequer se tem direito a subsídio de alimentação.
Já quando saí da outra empresa do patrão, sai com rescisão por mútuo acordo e lá se foi a indemnização por caducidade do contrato, mas como assinei um novo contrato nem me fez muita diferença.

Depois de fazer estas contas todas, falei com o L. e decidimos que é preferível ir até ao final do contrato e entretanto já comecei a enviar currículos. Sinto-me angustiada por ter de passar novamente por isto, mas não posso dizer que estou surpreendida... A verdade é que também nunca gostei deste posto de trabalho.

No entanto apesar de achar que estou a tomar a decisão certa, tenho um aperto no peito... O que fariam vocês?

11 comentários:

Mamã Pirata disse...

Lisa é dificil aconselhar em casa alheia.
Estou certa que estás a fazer o melhor pra vcs.

Tem mta força!

Vais conseguir melhor.

Andreia, mamã do André disse...

:(

Estou certa que escolheste o melhor. Tem calma que vai correr tudo bem.

Beijinhos.

Sandra e Dinis disse...

Há um ano atrás fui despedida. Não renovaram o contracto. Eu tb detestava lá estar, tinha um horario horrivel e o D andava sempre doente (faltava muitas X). Não tive direito ao sub. por ter só 6 meses de descontos!
Fiquei em casa e ainda hoje estou! Dos curriculos que envio , nunca recebi resposta!...

Se podes ficar em casa com o teu filho e receberes o sub. social... e ainda levas alguma coisita.
É complicado.

Bjs e força.

Ana Luísa disse...

Tens que ponderar bem o que vale a pena, de certeza que vocês vão chegar a uma boa conclusão. EU acho que é preferível manter o part time, sempre te dá hipótese de mandares os CVs e ires pesquisando o que há... Podes ficar em casa mas acho que depois custa mais a regressar, não sei...
Bjs e força porque não deve ser nada fácil...

BabyJust disse...

Oh, sinto tanto, a sério, que angústia... desejo-te muita muita sorte... só tu podes decidir com a tua família o que será melhor para voces!!!

Tudo de bom, e espero que muito em breve venhas postar a notícia de um novo e óptimo emprego... ficamos aqui a torcer por isso
Beijokas
Patrícia

Sandra e Afonso disse...

Lisa, lamento muito!
A crise vai ser desculpa para muitas entidades patronais...
É um assunto muito vosso, e acredito que o que decidirem vai ser concerteza a melhor decisão.
Força contigo Lisa!
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

susana disse...

Lisa,nestas situações é dificil dar opinião mas seja qual for a decisão de certo que terás tomado de toda a consciência.
Desejo-te o melhor.

jokitas

kris&biduzito disse...

Não sei o que dizer.
Acho que irás tomar a melhor decisão.
força
beijos

Carla disse...

Dar conselhos é complicado, que cada um sabe de si... Espero que tudo se resolva em breve.

Beijos

Moura ao Luar disse...

Olá querida, sinceramente acho que tomaste a decisão acertada, afinal ficar em part-time parece-me que só iria beneficiar o patrão!!!! Espero de coração que tudo se resolva pelo melhor e que encontres algo que te satisfaça mais e onde possas desenvolver as tuas capacidades. Um beijo grande para ti

mamã disse...

Que chato...!
As coisas não andam nada fáceis...
Quanto a opiniões, acho que só vocês sabem o que é melhor...
Assim, ficas a receber o subsídio, descansas um tempinho em casa (pouco, esperamos!) e de certeza que encontras algo melhor! Pensamento positivo!

Bjs