quinta-feira, agosto 27, 2009

O inicio do ano lectivo aproxima-se...

Recebemos ontem a cartinha do infantário, dia 3 de Setembro o Gil, começa a frequentar a escolinha. Infelizmente não serei eu que o irei levar nos primeiros dias, por causa do trabalho, mas será a minha sogra que o irá levar e o irá buscar, no período de adaptação.
Posteriormente, irei ser eu a deixá-lo lá antes de vir trabalhar e a ir buscá-lo, depois do trabalho, mas nos primeiros dias terá de ser assim...

O Gil agora anda numa fase de palavreado excessiva... nunca, nunca se cala, com excepção de quando está a dormir e os disparates que diz, são equiparados à quantidade de coisas que fala!

No carro, de regresso a casa é mais ou menos isto:
- Mãe, vamos a onde?
- Tu sabes, porque perguntas?
- Vamos à'vó Nana?
- Sim.
- O tabalho da mãe, fica a onde?
- Fica ali, tu já sabes...
- É aqui? - aponta para os prédios onde trabalho.
- Sim, é ali que a mãe trabalha...
- Quéu ir tabalhari com o pai... vamos ter com o pai?
- Não Gil, o pai está a trabalhar e não te pode ter lá.
- Mas eu ajudo o pai!
- Sim, está bem...
- Vamos a onde?
- Já te disse onde vamos!
- Vamos à'vó Nana?
- Sim!
- Mas eu quéu ir tabalhar com o pai, com a Gigi (a cadelinha da minha cunhada), c'0 avô C. e a tia B.!
- Pois, 'tá bem...
E a conversa continua neste tom.
- Olha onde foste hoje?
- Fui à Quinta dos animais... táva lá o pavão e depois, ele foi lá pa cima...
- Ai foi?
- Sim, e eu não tive medo do pavão hoje...
- Não tiveste filho?
- Não... olha a pomba tava lá...
- A pomba? Qual pomba?
- A pomba, tava morrida... tava deitada com os olhinhos abetos e axim (tenta exemplicar).
- Oh filho tu viste uma pomba morta, foi?
- Xim... Tava lá!
- Pois, mas não se diz tava morrida, diz-me estava morta.
À noite quando contou o episódio ao pai, já disse correctamente... aprendem depressa estes miúdos!

- Mãe, quéu faxer xixi!
- Está bem, a mãe vai-te tirar daí, para ires fazer! - ele estava na cadeira da papa.
- Já fazeu!
- Ah?
Claro, que depois de me ter rido, o corrigi e na verdade só tinha feito uma pinguinha, ainda há destes descuidos e muitas vezes até diz que fez e não fez nada, é só para gozar connosco... não sei a quem este miúdo foi sair tão reguila e tão gozão!

Bem, mas agora do seu palavreado constam expressões que detesto e que tento nem ligar para ver se ele perde a mania de as dizer, nomeadamente "carago", que aprendeu com a avó materna e as vizinhas e "méda", que sinceramente não sei onde aprendeu, mas creio que ou foi com a madrinha, ou com o primo, que na verdade são ainda adolescentes e devem achar muita piada a ele dizer isso e eu não acho piada nenhuma, até porque nos últimos dias anda sempre a dizer isto! :(
Dizer-lhe "isso não se diz", não dá qualquer resultado, aliás parece dar-lhe ainda mais motivos para o dizer, optei por fazer de conta que não oiço, mas está sempre a dizer... sugestões?

6 comentários:

Pedro e Pedro (filho) disse...

Boa sorte co a ida para o infantário. Vai correr tudo bem!

É engraçado, divertido, o palavreado deles.

Bjinhos.Pedro

Sandra e Dinis disse...

Ele de facto fala imenso! Às vezes deves estar já com os cabelos em pé, não é?

Mas eles são tão fofinhos!
com as histórias deles!

E vais ver que ele vai gostar da nova escolinha. Vai correr bem vais ver.

Um grande beijinho

Dinastia FilipiNHa disse...

Boa sorte com a escolinha.... A Mariana também vai começar para a semana! Até acho que tens muita sorte em não seres tu a levá-lo, eu estou cheia de medo de desatar numa choradeira...

Quanto às asneiras, não sei que te diga... Eu acho que se ignoramos e eles insistem, então devemos ralhar / castigar quando repetem.

Uma beijoca grande!

ANA E OS PRINCIPES... disse...

Olá,desculpa não deixar comentários,mas tenho muita dificuldade em aceder ao teu blog e ao da TÂnia.Nunca percebi a razão o que é certo é que o pc vai sempre a baixo,ele coitado também tá a pedir reforma,mas com esta maldita crise...
Adorei este post(como sempre),o Afonso está numa fase identica,fala pelos cotovelos e quer saber tudo.Gosto de todas as fases mas em especial desta,acho-os muito engraçados.
Ontem fui á reunião da creche,vai começar a 1 de Setembro,estou um pouco preocupada,pois o meu reguila nunca andou na creche e segundo a educadora até se habituar,vai ser complicado(pelo menos costuma ser com as outras crianças),vamos ver.
O teu princípe está cada vez mais lindo,adorei a foto no cabeçalho do blog.
Beijocas

)0( disse...

Que tudo corra bem nesta nova fase. A Tati já lá vai ficando com mais satisfação, mas os primeiros dias estranhou e fez umas cenas de choro.
Enfim.. quanto ao vocabulário mais "manhoso", se calhar o melhor é não ligarem mesmo. Quando ele perceber que não provoca nenhuma reacção talvez deixe de dizer.
Beijos

Carla disse...

Boa sorte. Por aqui por entanto mantemos o infantário longe.

Quanto ao vocabulário parece-me que o melhor é mesmo ignorar.

Beijos