terça-feira, setembro 15, 2009

Roedor de unhas

Há já algum tempo que dei conta que o Gil rói as unhas, ouvi dizer que existe no mercado um produto para se colocar nas unhas, que sabe mal e que evita que ele continue a roe-las, mas não sendo nocivo para a saúde, alguém sabe o nome?

As birras matinais têm-se intensificado! :s
De manhã, temos já uma rotina, eu sou a primeira a levantar-se, trato do meu almoço (quando é necessário, o que nem sempre acontece) trato do pequeno-almoço do Gil e do meu, da minha higiene pessoal, da roupa que o Gil vai vestir e por fim visto-me, enquanto o L. veste o Gil. Isto é, quando acordamos o Gil, já só falta uns minutos para sairmos, pois eu já estou praticamente pronta.
Mas como à noite, ele nunca quer dormir, já pela manhã, não quer acordar e agora, sempre que o acordamos, faz um berreiro infernal, enquanto temos de o obrigar a despir o pijama e a vestir a roupa para ir para o colégio. Além disso, nem sequer quer ir fazer xixi... o berreiro só acalma quando chego à garagem e o coloco sob os meus joelhos enquanto tiro o carro da box.
Quem fica passado logo de manhã é o pai, que começa o dia desta forma barulhenta e impaciente... enfim, o que é que se pode fazer?

Hoje de manhã, ao ver o noticiário, li em rodapé que morreu um actor que fez parte do meu imaginário de criança e de adolescente, Patrick Swayze, que não conseguiu vencer a luta contra o cancro que o atacava há já algum tempo...
De repente tenho sensação que muitos ícones da nossa geração estão a desaparecer, alguns prematuramente, já outros, como o Raúl Sonaldo, porque a idade e as complicações que dela advêem também não perdoam.
Podia já enumerar alguns que já desapareceram fisicamente e que marcaram o meu crescimento, por exemplo, o vocalista dos Sitiados, João Aguardela, o vocalista dos Queen, o Freddy Mercury, o vocalista dos Inxs, Michael Hutchence, mais recentemente o Michael Jackson, não era grande fã, mas cresci com muitas das músicas dele... e às vezes dou comigo a pensar, o meu filho às tantas nem vai saber quem foi esta gente, que fez parte das minhas vivências, cujas músicas marcaram muitos momentos meus... também vos acontece terem esta estranha sensação?

6 comentários:

)0( disse...

É estranho começarem a partir algumas figuras que acompanharam a nossa infância ou adolescência.

Quanto às unhas, há crianças que se habituam ao sabor dos produtos..
tenta piri-piri! LOL (estou a brincar!)

Beijos

Cláudia, a mamã da Daniela, do Duarte e tb do feijãozinho disse...

Ai o Patrick Swayze! Adorava o Darty Dancing...
Eu também começo a ter a mesma sensação que tu!

As birras cá em casa são algumas. A Daniela vai para a cama às 21h / 21h30, pelo que de manhã não lhe custa nada levantar. A maior parte das vezes até acorda sozinha, por volta das 7h / 7h30. E como gosta de ir para a escolinha, não há birras! A birra, por norma, é para sair da escolinha! LOL

Quanto ao roer das unhas, também sei que há um produto, um verniz, ao que parece, mas não sei qual é o nome!

bjs

O Cantinho da Mimi disse...

Olá ;)

Dá uma espreitadela no meu blog :p
www.ocantinhodamimi.blogspot.com

Beijos*

Kelly disse...

estamos mesmo a ficar velhinhas...lol
obrigada por te teres lembrado dos anos da kika...

Mama Babada disse...

Olha sei que se compra na farmacia, pk em tempos aconcelharam p a Eva p deixar de xuxar no dedo.
O teu Gil está tao lindo!!!
Beijokas
Nídia e Eva

Carla disse...

Olha Lisa, eu debato-me com a mesma questão das unhas aqui em casa. E o Pedro é horrível. Eu comprei o tal verniz na farmácia, mas agora dissera-me que aquilo não é assim tão inofensivo para a saúde quanto isso, e o Pedro habituou-se na boa ao sabor daquela porcaria e já o comia. Deixámos de usar e pronto. O vício há-de passar de alguma forma.

Beijos