sexta-feira, dezembro 12, 2008

Ainda de cama...

Pois é, continuo em casa e de cama, ontem à tarde com a medicação já me sentia melhor e ponderava ir trabalhar hoje... por outro lado, à noite era o L. que ardia em febre, chegou quase aos 42º, mas não lhe doia a garganta, que é o que mais me aflige a mim.
Quando acordei de manhã, senti que estava novamente com febre, estava com 38,5º e o L. também, mas ele sentia-se bem e quis ir trabalhar, despachou-se e ainda tratou do Gil, para o levar à ama. Eu mal me conseguia levantar, pois o corpo continua dorido. Apenas bebi uma caneca de leite e tomei a medicação. Voltei para a cama e aguardei com sonolência que a febre baixasse.
E por causa desta doença idiota sempre posso assistir à festa do Natal da SIC, já viram a sorte? LOL

O Gil também tem tosse e o que mais me chateia é que agora não quer dormir na cama dele, por duas vezes que o coloquei, por duas vezes que desatou aos berros... e como nós estamos a paciência também não é muita... hoje de manhã estava ranhoso... ontem à noite já lhe dei o Actifed, eespero que ele se livre disto, até porque parece que o que eu e o L. temos não é exactamente o mesmo, pois ele não se queixa da garganta.

O pior é que não temos forma de contornar isto, porque neste momento não tenho ninguém que me possa aliviar ficando com o Gil, pois os meus pais com a situação do meu avô, estão também subcarregados. Para ficar com a minha sogra não é assim muito prático por causa da distância, mas se amanhã eu não estiver melhor, acho que tenho de cravar a minha cunhada para ficar com ele... logo se vê.
Quando ao meu avô, aguardamos que ele parta com serenidade, sabemos que não há nada a fazer... Já perdeu de todo a consciência, há dias que não come nada, os orgãos estão a parar lentamente e custa-nos imenso que assim seja... já estamos mentalizados para o que aí vem, mas não deixamos de sofrer e cada dia que passa é um prolongamento da dor, só queríamos que acabasse o quanto antes para que ele possa ter paz... E há alturas em que a mim só me apetece chorar, pois apesar de já estar mentalizada para isso já me custa imenso ir ve-lo.
Mais uma vez peço desculpa por um post tão "pesado", mas esta época natalícia não me está a correr nada bem, se por um lado devia ser uma época de ânimo, paz, calor, harmonia, sinto que está a ser uma época dominada por uma nuvem negra, que paira sobre a minha família.

7 comentários:

Sandra e Afonso disse...

Possa... espero que no fim de semana consigam ficar bons...
Quanto ao teu Avô...nem sei que diga...
Vou deixar-te beijinhos e muita força!
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

Sandra e Dinis disse...

Espero que com o fds à porta a doença vá embora. E logo os dois doentes. Maldita gripe!

Espero que o teu avô o tempo passe rápido ...

Beijinhos e cuida-te!

1gota disse...

Um beijinho grande.
:*

)0( disse...

Um abraço apertadinho.

Sofia,Pedro e Joana disse...

Olá querida mamã, espero que melhores depressa, mas que virus ingrato...eu também estou a recuperar de uma gripe que já dura há uma semana.
Em relação ao teu avô, sinto muito por esta perda progressiva de vida. O mesmo sucedeu com a minha avó, foi muito duro ver um pedacinho dela a ir embora a cada visita que faziamos ao IPO...força, amiga, é tudo quanto te posso desejar...
Beijinhos,Sofia,Pedro e Joana

Pietra disse...

As melhoras para os dois.
bjs

ANA E OS PRINCIPES... disse...

Tenho andado desaparecida,pois ando em formação profissional em ´horario pós laboral,o que me rouba o tempo todo,mas as coisas não te estão a correr nada bem.
Espero que o fim de semana tenha corrido bem e que já estejam todos melhores.
Quanto ao teu avô,não há palavras,por mais duro que seja é a lei da vida.Não entendo porquÊ que para se morrer têm que se sofrer tanto????
Beijocas de gigante e FORÇA,a nuvem negra vai passar