terça-feira, junho 23, 2009

Há dois anos...


Se fosse viva, a minha avó faria hoje 83 anos... Esta fotografia foi tirada há precisamente dois anos, no dia do seu 81º aniversário e no dia do baptizado do Gil.


Portanto, tal como no dia de aniversário do meu avô, no passado dia 30 de Maio, fui até ao cemitério, ver como estava a campa e colocar umas flores. É estranho, tudo isto é muito estranho, nunca fui de ir ao cemitério, nunca acreditei em deus, e sei tão somente que a vida é uma passagem e a morte inevitável, mas ninguém nos ensina a lidar com ela... O meu avô já partiu há 6 meses e a minha avó há quase 3... e as saudades começam a ser mais que muitas, vejo a presença deles em muitas coisas e o Gil ainda fala neles de vez em quando.

O meu pai mandou gravar uma lápide em memória de ambos, com uma foto deles já antiga, mas que ficou muito bem, pedi-lhe para não escrever o comum e banal, ao que ele me pediu para ser então eu a faze-lo, assim redigi uma pequena frase que denuncia bem o que sinto: "Que a vossa luz brilhe para sempre nos nossos corações, do vosso sempre filho, nora, netos e bisnetos". É esta a frase que podemos ver na campa de ambos...

A única coisa que sei é que tenho de facto muitas saudades deles e acho que nunca aprendemos a lidar com isto, o tempo passa, as saudades apertam, em vez de se esquecer, fica tudo mais presente, mais suave talvez, mas mais presente, mais real...

Parabéns avó, onde quer que esteja! Tenho muitas saudades... e tal como me dizia muitas vezes, tenho chorado muito por si, bem sei que não se esperava outra coisa e a vida continua, mas os avanços têm sido lentos e sofridos... Espero que esteja em paz e a olhar por nós.

6 comentários:

Dinastia FilipiNHa disse...

Foram 2 grandes perdas num curto espaço de tempo...

Mas vais ver que vais conseguir habituar-te à saudade... A dor vai sendo menor mas a saudade nunca vai passar...

Um beijinho grande e um abraço apertadinho!!!

Sandra e Afonso disse...

Está em paz e a olhar por vocês de certeza, Lisa!
Foram perdas muito grandes e muito perto uma da outra...
Quanto às saudades, é bom que as sintas, pois enquanto as sentires, tê-los-às perto de ti...
Um beijo grande para ti Lisa!
Beijo, beijo, beijo

Sandra e Afonso
www.bebeafonsinho.blogspot.com

Ana Luísa disse...

Um beijinho Lisa, compreendo-te muito bem...
Desculpa andar ausente nos comentários mas tenho-te lido sempre.
Beijinhos.

Maria Pereira disse...

Pois é, amiga, custa muito deixar partir quem se ama. A saudade fica sempre e recordamo-nos deles nos pequenos gestos do dia a dia que fazemos e nos quais eles estavam presentes. Vale-nos as recordações dos momentos bons que passamos juntos

Bjs e um miminho muito especial para ti

Angela disse...

Olá Lisa, pois é amiga, as saudades e as lembranças ficam sempre, mas a dor vai aliviando. De certeza que eles estejam ou estiveram estão a olhar por voces.
Beijocas grandes.

joana disse...

Um beijinho grande para ti!