sábado, maio 12, 2007

Birras e mais birras

Nunca esperei que fosse fácil educar um filho e tratar dele, mas há dias que me questiono porque será que este miúdo é tão irrequieto e birrento?
Um dia sem birras serve de comemoração cá em casa e contam-se pelos dedos de uma mão os dias que ele já teve assim. Ultimamente tenho a sensação que ele, em vez de melhorar e de ir deixando de lado estas birras, vai piorando gradualmente e já tem demasiadas manhas. Como já tinha dito, as birras transformaram-se em gritaria. Já experimentámos deixá-lo a chorar e ele chora, berra, grita, espreneia, mas não se cala!
Depois há coisas que se me contassem eu diria que era mentira, então não é que quando este miúdo embirra que quer uma coisa, tem de ser mesmo aquilo? Há momentos estávamos os dois em cima da cama, enquanto o papá foi beber um café, já de tão saturado que estava de o ouvir e eu fui buscar uma revista de um hipermercado para ir vendo entretanto, já que o Gil não estava a chorar naquela altura. Mal viu a revista começou a voltar-se todo a tentar agarrá-la, como não conseguiu desatou num berreiro que só visto!
Dei-lha e ele calou-se. Tirei-lha e ele desatou a chorar. Fui buscar alguns bonecos e ele continuava a chorar. Dei-lhe novamente a revista para ver a reacção dele. Calou-se e ia tentando folhear e mete-la na boca ao mesmo tempo. Voltei a tirar-lha. Voltou a chorar. Fui buscar outros bonecos. Continou a chorar. Dei-lha mais uma vez a revista e calou-se. Vocês acham normal, que um bebé de 4 meses e meio faça estas cenas????
É claro que acabei por lhe tirar a revista e fui buscar o livro do banho para ver se ele se entretinha com ele, já que no banho aquilo é sempre uma festa com o livrinho.

Mas pelo menos aqui eu sabia o que ele queria, há vezes que chora e nem sabemos o que quer, pois nem ao colo se cala, a grande maioria das vezes faz que tenhamos de andar de um lado para o outro, pois se nos sentamos começa o fado.
Sinceramente, não sei o que mais fazer para evitar estas birras. Dantes quando ele começava assim despachava-me e íamos para rua, mas agora nem na rua já consigo evitar as birras e o pior é que começa toda a gente a olhar para nós, pois o berreiro é tal que chama sempre a atenção. O facto de ele não dormir grandes sonos de dia também não ajuda. Dantes ainda dormia um pouco no carro ou no carrinho de transporte, agora se dorme, é os mesmo sonos que faz em casa, não ultrapassam os 30 minutos.
De há 3 dias para cá as refeições também são altura para nervos! Fui pesá-lo ontem e ele só engordou 110 gramas em 8 dias, estando já abaixo do percentil 5 e com apenas 5.560 kg (apesar de ser um bebé cheinho, pois não se nota ossos nenhuns e tem as perninhas bem gordinhas e isto a mim parece-me tudo um contrasenso, nem sei o que hei-do pensar, já que o peso em nada se coaduna com a sua aparência!). Nem com a introdução das papas, nem bolsando menos leite, este rapaz engorda! E como disse de há 3 dias para cá, faz-me birras para comer a sopa e então à noite para comer a papa, nem consigo fazer com que ele a coma! Resumindo, é um martírio para fazer com que ele coma. A enfermeira sugeriu que lhe aumentasse as doses da papa e dos biberons dos 120 ml para os 150 ml, mas como se nem os 120 ele come?
O biberon lá ele bebe quase sempre todo, mas a sopa e a papa ficam no prato, com direito a mais uma das famosas birras. Muitas das vezes, já em último recurso, passo-lhe tudo para o biberon, mas a única vantagem disso é ter mais um biberon para esterilizar! :(
Alguém me diz o que hei-do fazer com este meu filho, para que as suas birras sejam somente sorrisos e para que a hora da refeição não seja um stress?

Nota: Percebi que ele hoje não gostou muito da sopa, com alho francês, abóbora e batata doce, misturei com a fruta que era uma pêra, mas nem assim consegui que a comesse. Amanhã faço-lhe outra sopa, porque não vale a pena insistir em algo que ele não gosta, porque depois enerva-se ele e enervo-me eu.
Como as birras da papa já se andam a arrastar há vários dias, abri uma nova embalagem, mas o resultado foi o mesmo de sempre. Uma birra e mais de metade ficou no prato.

15 comentários:

Rute disse...

Como eu te compreendo, a Carolina era péssima para comer. Só a enganando com a chucha é que conseguia que ela comesse alguma coisa. Depois comprei o livro 1,2,3 uma colher de cada vez e digo-te que foi um "milagre". Começou a comer bem melhor e agora tantos meses depois continua uma comilona ( embora seja hiper elegante). As birras são mesmo deles, a frustração de não conseguirem o que querem traduz-se no choro. Tenta mostrar-lhe coisas novas, parte da casa que ele não conheça, às vezes o simples facto de lhes mostrar um quadro deixa-os muito curiosos.
Agora também vem o calor e será a primeira vez que ele irá sentir-se suado e com sede também é natural que se sinta desconfortável por isso.
Se quiseres que te envie umas receitas do livro diz quaquer coisa que eu envio-te por mail.
Beijokas.
jjacintorute@gmail.com

sonia disse...

Olá!!!

Bem não deve ser nada fácil e deves estar hiper-estoirada!

Sabes há crianças que reagem mto mal às papinhas e sopinhas pois não querem mudar de sabores, perferem o leite a terem " trabalho " de comer!

As birras, pois amiga sinceramente não sei o que te diga, mas realmente deve ser mto stressante!

Desculpa de não te poder ajudar! :-(

Beijocas grandes

Aninhas disse...

Oi amiga,

Como não tenho qalquer experiencia não te posso ajudar... mas isso soa mesmo a manhas dele! Realmente é preciso paciência!

Beijokas e calma... Se é q é possivel!

Cláudia disse...

Caramba, gostava de te ajudar!
Nunca experimentei mas e se misturares papa e fruta cozida ou ruta cozida e bolacha?
Dá uma vista de olhos neste livro: 1, 2, 3 Uma colher de cada vez
Não sei se ajuda, gostei dele e pedi ao meu irmão para mo oferecer no Natal. Foi pena não o ter qdo o Tiago era pequenino, apesar de nunca ter tido problemas para ele comer...
Bjs e boa sorte amiga

May disse...

Pois é as birras do Gil estão a ficar complicadas... e eu não sei o que te dizer, apenas que não deve ser fácil, não...

Espero que passem com o tempo e desejo-te muita paciência que bem andas a precisar!
Beijos

Carla disse...

Também acho que não te posso ajudar. Felizmente o Pedro é bastante sossegado como sabes. Quanto à alimentação, como te disse deixei-me convencer pelo pediatra que me disse que sendo o Pedro um bebé com baixo peso (percentil 25) seria melhor continuar com o leite e depois então introduzir a papa no biberon. Já comecei a semana passada e tenho de te dizer que passou a beber muito mais leite do que o que bebia. O Pedro à noite mama cerca de 250 ml de leite, com uma colher de sobremesa bem cheia de papa, tudo dentro do biberon. Como é relativamente líquido e fica mais doce, mama aquilo num ápice. Já experimentaste esta "receita"? Pode ser que ele coma um pouquinho mais.
Espero que as birras passem em breve que deve ser muito desgastante para ti e para ele.

Beijos

sifpereira disse...

Pois é, o teu Gil está a ser maroo!!!
Não te posso dar conselhos pois ainda não sou mamã, mas vais ver que as coisas vão melhorar!!!
Beijoquinhas e uma muito especial para o teu fofucho
Sandrita

viviana disse...

ó gil!!! tu estas danadinho miudo!!! vá vê se te portas bem e das descanso á mama e se papas tudo ok??
assim aki a madrinha fica orgulhosa de ti!!! comadre tem calma... jokas fofas e uma boa semana

Andreia disse...

Olá...privatizei o meu blog, mas se quiseres continuar a acompanhar-nos, faço muito gosto.

Envia mail para andreiasofiacardoso@hotmail.com contendo: nome, mail e blog.

Beijinhos.

Maguy disse...

Olá!!!
Essas birras fazem-me lembrar as do meu filho mais velho que passava manhã tarde e noite a berrar até por volta dos 6 meses.
Felizmente quanto à alimentação não era assim comia bem.
O meu filho mais novo, o raul, também não gosta de sopa e o que faço é dar uma colher de fruta e outra de sopa. Quanto à pap também não comia bem mas so fim de cerca de duas semanas de insistência consegui que começasse a comer. À quem faça aquela papa de biberon para que se vá habituando ao sabor. Já exprimentas-te?

Beijinhos
Maguy+Gu+Raul

Cláudia disse...

Fogo!
Nem sei o que te hei-de dizer...
Sei que tens o livro "123 - uma colher de cada vez"
O Gil come as mesmas papas e sopas que a Dani...
Eu acho que ele é teimoso mesmo.
Tens cá uma personalidade, Gil!!!

Kya disse...

Pois, se dizes que já tentaste os conselhos que dei à Patrícia e não funcionou, não sei que mais te diga... a Ana tinha mts birras como essa que mencionas do Gil e era mesmo a "personalidadezinha" a vir ao de cima... durante uns tempos, enquanto não conseguíssemos conversar com ela, fazê-la entender os motivos das coisas, tivemos de ir fazendo as vontades, pois era muito pior contrariar. Só te posso dizer que, com o tempo, ela tornou-se uma menina muito conscienciosa e respeitadora, nada caprichosa e exigente, portanto não acredito que "estragues" o Gil apenas por cederes por agora. Tb sei que se as horas de refeição forem um "braço de ferro" entre ti e ele, vais perder sempre, portanto é melhor não insistires mesmo - deixa-o exprimir-se, deixa-o aprender, dá-lhe uma colher para a mão, deixa-o meter a mão na boca, mesmo que se suje todo, isso será coisa de um dia ou dois e depois melhora, usa a chucha para o ajudar a chuchar a papa, etc. Mais vale que ele esteja bem descansado e sem sono, pois parece-me que poderá ser um bebé facilmente estimulável e, nesse caso, quanto menos estímulos tiver na hora da refeição melhor comerá. Vai passar. Afinal, essas birras parecem estar mais ou menos dentro do tal "calendário" do surto de desenvolvimento cognitivo associado a um melhor uso das mãos e da introdução dos sólidos. Mais semana, menos semana, deve passar. Mantém a calma, ok? Bjs e boa sorte

Ana disse...

Mas sabes o que eu acho estranho? O Gil realmente tem pouco peso mas nao se nota nada, nas fotos parece um bebe que sem ser gordo (o que eh mau) eh bem nutrido, se calhar ele eh assim mesmo, esta saudavel nao eh? Isso eh o que interessa. Se ves que ele nao gosta de uma sopa, nao insistas, para a proxima da-lhe outra eh que eles as vezes embirram, e se insistimos depois ja nao querem essa soupa nem mais nenhuma, isto eh preciso uma paciencia!!!
Quanto as birras...ele agora ja nao eh aquele bebe pequenino que trouxeste da maternidade, agora ja olha com atencao para tudo, ja acha graca a certas coisas, ja te conhece...o mundo dele cada dia esta a ficar maior e agora comecam a aborrecer-se a terem vontades e muitas vezes nos nao sabemos bem o que querem...olha Lisinha eu sei do que estou a falar pois tenho um bebe ca em casa que entende muito birrinhas, quando ele for mais crescidinho conto-te um segredo para acabares com as birras.
Beijocas
PS- Mas quando esta bem disposto eh um charme, nao eh?

sandra disse...

Olá Lisa,

Como te entendo, O meu Dinis tb è do genero, qd sisma com uma coisa n ha nada k o faça kerer outra coisa.
O Dinis tb n gosta de sopa, mas hj n deitei azeite e deitei um pouco de agua da fruta, para ser + doce, e ele comeu bem, mais a fruta à sobremesa. Tens de variar, colocar 3colheres de sopa de leite (como no livro).
E tb vou tentar colocar papa na ultima refeiçao da noite no biberon, ele so mama 120ml.

Pelo menos o teu gui dorme de noite, o meu acorda 2 a 3x, com o vicio da mama.

Um dia de cada x...

bjs
sandra e dinis(5 meses 1 dia)
Um dia de cada x

Sandokan disse...

Esta noite, o luar
é um corpo branco de mulher
no azul do ar,
reclinado,
roçando a fronte do poeta
eternamente dos céus enamorado.

Mas eu sou teu Amigo,
companheiro de
longas caminhadas.
Amigo
que não esquece a estrada,
porque ela é
uma doença romântica,
um assunto do coração,
uma metáfora da vida.
Anda, vem caminhar comigo
indiferente
a esta mais longa e
violenta caminhada,
porque terás sempre
a minha
SOLIDARIEDADE

*

Vem comigo, então, ao
http://lusoprosecontras.blogspot.com